Caminhoneiros não vão parar, mas pedem ajuda



Nos últimos dias, além da pandemia da Covid-19, os brasileiros precisaram lidar com notícias a respeito de uma ameaça de greve por parte dos caminhoneiros. 
Em Pernambuco, as principais lideranças dos sindicatos descartam a possibilidade de paralisação.
 Eles relatam, entretanto, dificuldades de condições básicas de trabalho pois muitos estabelecimentos que possuem autorização do estado para funcionar, como mercados, postos de gasolina e borracharias, mantém as portas fechadas. 
O governo vai disponibilizar, possivelmente ainda hoje, um telefone 0800 para que eles relatem suas dificuldades.

Postar um comentário

0 Comentários

AKIAGORA