*******Clique na imagem e visite os melhores do ano em Gravatá.*******

Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Vem pra cá e saia montado.

EM GRAVATÁ: Quadrilha explode agência bancária e destrói caixas eletrônicos

21:04 0 Comments

Uma quadrilha explodiu a agência da Caixa Econômica Federal na madrugada desta quinta-feia (20) em Gravatá , no Agreste de Pernambuco. Segundo informações o grupo chegou em vários carros. 
A explosão destruiu cerca de quatro caixas eletrônicos , além de parte do prédio.

Segundo informações , moradores das proximidades disseram que ouviram muitos tiros antes do momento da explosão. O único vigilante da agência bancária estava no primeiro andar do prédio e conseguiu ligar para a policia.

Por meio de nota , a Policia Federal , que ficará responsável pelas investigações , informou que cerca de oito homens participaram da ação. Até a publicação desta matéria , ninguém foi preso pelo crime.

João Santos pretende requalificar o Programa Chapéu de Palha

13:40 0 Comments





O candidato a deputado estadual de Pernambuco João Santos Silva (PCdoB) prestigiou na manhã do último domingo (16/9), a assembleia geral dos trabalhadores assalariados da área rural da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul, quando na oportunidade reafirmou compromissos com a categoria baseado em sua plataforma de propostas que pretende efetuar na construção do futuro mandato na Alepe.

Santos é presidente licenciado da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (FETRAF-PE) e conhece de perto a realidade do agricultor. Os assalariados da área rural estão discutindo sua pauta de reivindicações da 39ª Campanha Salarial dos Canavieiros e das Canavieiras, puxada pelo Sindicato de Trabalhadores/as Assalariados/as de Vitória (STTAR), situado no Centro da cidade. João Santos se lembrou na abertura da assembleia da realização da primeira greve articulada pela sua gestão à frente do sindicato em Vitória, instalada na Destilaria JB. Ele aproveitou para agradecer o reconhecimento de todos pelo legado deixado pelo seu pai, Manoel Santos, fundador do órgão sindical na cidade.

“Vamos ser deputado para garantir a luta do campo e defender o fortalecimento da agricultura familiar e buscar melhorias para os trabalhadores canavieiros. Nosso mandato é coletivo e também será itinerante, pois estará sempre se reunindo com as bases sindicais nos mais de cem municípios onde estamos presentes. O mandato será de vocês!”, adiantou João Santos que recebeu calorosa recepção da platéia.

João Santos citou que uma de suas propostas se for eleito deputado estadual será articular a requalificação do Programa Chapéu de Palha. Instituído pelo Governo de Pernambuco, o Programa foi criado para combater os efeitos do desemprego decorrentes da entressafra da cana-de-açúcar e da fruticultura irrigada e das condições adversas para a pesca artesanal. Contribui para as áreas de Educação, Saúde, Cidadania, Habitação, Infraestrutura e Meio Ambiente no campo, gerando renda, reforço alimentar, capacitação e melhoria da qualidade de vida da população afetada. “Vamos propor para alterar no Chapéu de Palha o acesso daqueles que já recebem o Bolsa Família. É preciso que todos tenham acesso a bonificação integral independente de estar inserido ou não no Bolsa Família”, propõe. A atual regra não permite que canavieiros que já tenham acesso ao Bolsa Família, esses estarem inseridos no Chapéu de Palha.

O candidato também se compromete a buscar o fortalecimento da Agricultura Familiar, bem como defende mecanismos que articulem o acesso ao crédito do PRONAF e a Assistência Técnica no campo (ATER), além de propor a isenção total de impostos sobre os produtos da Agricultura Familiar. Ele ainda sugere, caso seja eleito, políticas fiscais diferenciadas para as agroindústrias familiares, a regularização da política fundiária e ampliação do Crédito Fundiário como principais formas de desenvolvimento socioeconômico do meio rural, baseado na economia solidária e no cooperativismo.

Casal baleado em Gravatá; homem morre e namorada leva tiro no rosto

22:58 0 Comments

Resultado de imagem para homicidio

A cidade de Gravatá, agreste pernambucano, registrou mais um Crime Violento Letal Intencional – CVLI.
Um rapaz conhecido inicialmente como Eduardo Dudu, estava com sua namorada quando elementos armados se aproximaram e efetuaram diversos disparos de arma de fogo.
Eduardo Dudu, como era conhecida a vítima, não resistiu e morreu no local, enquanto a sua namorada foi encaminhada para a emergência do Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa – HDPVP – com um ferimento na boca.
A motivação e autoria do crime não foi informada. 
O crime será registrado e investigado pela polícia Civil.

Escândalo de pedofilia na Igreja Católica é revelado na Holanda

00:06 0 Comments

Mais da metade dos bispos e cardeais holandeses ativos entre 1945 e 2010 estavam cientes das agressões sexuais cometidas dentro da Igreja Católica em seu país, revelou o jornal NRC neste sábado (15).
"Na Holanda, também cardeais e bispos encobriram agressões sexuais, o que permitiu mais vítimas", escreve o jornal.
A Igreja Católica está imersa em todo o mundo em vários escândalos de padres pedófilas encobertos por sua hierarquia, em nome da proteção da instituição.
Vinte dos 39 cardeais holandeses, bispos e bispos auxiliares foram implicados em casos de abuso na Igreja Católica entre 1945 e 2010", disse a NRC em uma extensa matéria publicada no sábado.
A Igreja Católica holandesa confirmou “uma parte" dessas revelações. 
Algumas informações são baseadas em informações anônimas obtidas pela célula de acolhimento de vítimas implementada pela Igreja.
"Os nomes de vários bispos correspondem ao que é informado em um relatório encomendado pela Igreja em 2010", disse uma porta-voz da Igreja Católica Holandesa, Daphne van Roosendaal.
Os bispos mencionados já morreram em sua maioria, e todos os casos acabaram prescritos, acrescentou.
Nenhum dos bispos envolvidos na investigação do jornal está atuando pastoralmente. Os que ainda estão vivos não quiseram comentar o caso, informou o jornal.
Combate à pedofilia
A comissão contra a pedofilia do papa Francisco já advertiu que o combate às agressões contra crianças deve ser "a prioridade" da Igreja Católica.
Esta semana, a Igreja Católica alemã declarou-se "desanimada e envergonhada" depois do vazamento de um estudo que revela que milhares de crianças sofreram abusos sexuais nas mãos de padres entre 1946 e 2014.
Pelo menos 3.677 crianças, a maioria meninos com menos de 13 anos, foram vítimas de abuso sexual por 1.670 clérigos, de acordo com uma investigação da Conferência Episcopal Alemã, que foi consultada pela revista "Der Spiegel" e pelo jornal "Die Zeit".
Por três anos e meio, um grupo de pesquisadores das Universidades de Mannheim, Heidelberg e Giessen examinou 38.000 dossiês e manuscritos de 27 dioceses alemãs transmitidos pela Igreja.

Como o Japão pretende levar pessoas ao espaço de elevador

00:04 0 Comments


Parece ficção científica, mas é um plano concreto: um elevador que leva pessoas até o espaço. O projeto vem do Japão, que quer ser o primeiro país do mundo a transportar viajantes dessa maneira. 
A ideia é construir um elevador capaz de transportar até 30 indivíduos dentro de uma espécie de contêiner em formato oval que se moverá a 200 km/h em trajeto de oito dias. Um motor elétrico impulsionaria a cabine através do cabo, que teria um comprimento total de 96 mil km.
Para tanto, o país deve lançar um teste, o primeiro do tipo no espaço. Um foguete com um mini-elevador de 10 cm será lançado da ilha japonesa de Tanegashima e, quando chegar ao espaço, viajará por um cabo de 10 metros suspenso entre dois mini satélites.
O teste estava previsto para dia 10 de setembro, mas a previsão de chegada do tufão Jebi atrasou seu lançamento.
Os responsáveis pelo projeto, que pretende chegar até a Estação Espacial Internacional, a 400 km de altura, são uma equipe de especialistas da faculdade de Engenharia da Universidade Shizuoka. No teste, uma câmera acoplada à estrutura registrará cada um dos movimentos.
Mas essa ideia não é nova. Cientistas sonham com ela há décadas. 

Velocidade máxima

Em 1895, o físico russo Konstantin Tsiolkovsky ficou deslumbrado com a Torre Eiffel, em Paris. E pensou que poderia usar uma estrutura similar para lançar corpos ao espaço.
A ideia era usar a força centrífuga da rotação do planeta, como se fosse uma corda amarrada a uma bola de futebol que gira, para impulsionar a estrutura.
Mas como concretizar essa ideia?
Os cientistas japoneses confiam em seu sistema, desenvolvido pela empresa Obayashi Corporation com custos de quase US$ 9 milhões (cerca de R$ 38 milhões).
"Nossos especialistas em construção, clima, dinâmica do vento e design dizem que é possível", disse um porta-voz da empresa quando o projeto estava em sua fase inicial.
Espera-se que ele esteja pronto para ser lançado até o ano 2050.
"Em teoria, um elevador espacial é altamente plausível. As viagens espaciais podem tornar-se algo popular no futuro", disse Yoji Ishikawa, que dirige a equipe de pesquisa.
Nem todos estão de acordo.

Ventos contrários

O maior desafio é encontrar material suficientemente forte para enfrentar a gravidade e os ventos da atmosfera. Por isso os projetos até agora propõem nanotubos de carbono, material muito mais forte que aço.
A Nasa e a Agência Espacial Europeia também querem tornar viável a ideia do elevador espacial - o físico americano Bradley C. Edwards disse que é preciso pelo menos mais 20 anos para construí-lo.
Em 2009, a Agência Espacial Europeia mostrou um protótipo do objeto na Segunda Conferência Internacional de Elevadores Espaciais.
Mais tarde, a empresa canadense Thoth Technology Inc. conseguiu obter uma patente nos Estados Unidos para criar uma torre inflável de 20 km de altura que alcançaria o mesmo propósito.
Para o empresário Elon Musk, que tem uma empresa de exploração espacial, a SpaceX, a ideia é "extremamente complicada".
"Não acho que seja realista criar um elevador espacial. Seria mais fácil construir uma ponte de Los Angeles a Tóquio", disse em uma conferência no MIT.

Novo recurso do WhatsApp permite mudar visual do aplicativo

00:01 0 Comments

O WhatsApp prepara um novo recurso que permite mudar o visual do seu aplicativo grátis para smartphones.
Aguardado pelos usuários, um modo escuro, como o Twitter também tem, está em desenvolvimento e já possui referências nas atualizações mais recentes do seu app. As imagens abaixo mostram como ele será.
De acordo com o WABetaInfo, site que testa versões preliminares do WhatsApp, a função ainda não tem data oficial para chegar a todos os usuários, mas a expectativa é de que o aplicativo seja plenamente compatível com as telas Oled dos smartphones Android e dos iPhones, como o X, XS e XS Max. Nesse tipo de display, os pixels ficam totalmente apagados quando não estão em uso, ou seja, não sofrem da interferência da iluminação de um painel de retroiluminação, usado em telas LCD.
O app recentemente mudou a quantidade de exibição de usuários participantes de um grupo de conversa para apenas dez e agora há uma opção para mostrar todos que fazem parte dele, um recurso meramente para deixar a interface mais limpa.
Outro recurso que está para chegar é o deslizar para responder nos smartphones Android, que permitirá a resposta rápida de uma mensagem a partir da notificação, como o iOS, do iPhone, permite que façamos há anos.
O WhatsApp tem mais de 100 milhões de usuários no Brasil.

FIM DA ERA CARMEN LÚCIA: AÉCIO PROTEGIDO E LULA PRESO

20:58 0 Comments

Com a posse de José Antonio Dias Toffoli na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta (13) às 17h, chega ao fim a era Cármen Lúcia à frente da corte. Assumindo a presidência da corte em 12 de setembro de 2016, as marcas que Lúcia deixa depois de dois anos são suficientes para caracterizá-la como responsável por um dos períodos mais tenebrosos da história do STF. Os símbolos de seu período: a proteção a Aécio Neves e a feroz perseguição a Luiz Inácio Lula da Silva. Na qualidade de presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que os presidentes do STF exercem, ela foi responsável pelo estímulo à transformação do Judiciário brasileiro numa máquina de perseguição política e insubordinação à Constituição. 
Duas sessões do STF são emblemáticas da presidência de Cármen Lúcia e em ambas ela decidiu os rumos do STF:
A primeira foi em 11 outubro de 2017, quando, em aliança com o ministro-tucano Alexandre de Moraes, manobrou as 12 horas de sessão da corte para garantir proteção a Aécio Neves. A corte decidiu corretamente que para que um parlamentar seja afastado do mandato, sua casa legislativa precisa concordar, mas o que esteve em jogo na sessão não foi a tese, mas preservar o mandato de senador de Aécio.
Na segunda, Cármen não apenas operou na organização da pauta e no andamento da sessão, como deu o voto decisivo. Em 4 de abril, por 6 votos a 5, com o voto de desempate da ministra, o STF rejeitou opedido de habeas corpus preventivo da defesa e com isso jogou Lula na prisão.

Nordeste na rota do contrabando de cigarros do Paraguai

07:55 0 Comments

Cerca 4 bilhões de cigarros importados ilegalmente foram consumidos em 2017, deixando um prejuízo de R$ 500 milhões
De tão nocivos aos pulmões, receberam o apelido de estoura-peito. Deixaram as fábricas do Paraguai e se misturaram como clandestinos na paisagem urbana das principais cidades do Nordeste brasileiro, onde encontraram uma terra para lá de hospitaleira.
Nos fiteiros, barracas ou tabuleiros do comércio popular, difícil é não achar um maço contrabandeado à espera de um fumante, uma névoa de ilegalidade, omissão das autoridades e, claro, sérios riscos à saúde de quem fuma ou inala a fumaça tóxica.
Uma radiografia do comércio da nicotina pirata em Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte revela dados assustadores: 4 bilhões de unidades foram consumidas somente em 2017, deixando pra trás um prejuízo de R$ 500 milhões em forma de evasão fiscal. Os números do mercado ilegal só crescem: em Alagoas, o volume da nicotina “genérica” nas ruas aumentou 222% nos últimos três anos, enquanto Pernambuco inflou a presença desses produtos em 149%.
Marcas desconhecidas, com embalagem em espanhol e sem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), atravessam ilegalmente a fronteira do país vizinho com o Mato Grosso do Sul. Em território brasileiro percorrem longas distâncias escondidos em caminhões para fisgar os bolsos nordestinos com um preço atraente.
Vendidos pela metade do valor dos concorrentes nacionais, conseguem driblar os impostos e se estabelecer em meio ao caos da informalidade. Além dos danos aos cofres públicos, a nicotina paraguaia consegue ser ainda mais prejudicial à saúde do que os similares brasileiros.
Barato, fácil de ser transportado e comercializado, o varejo pirata vem dando bailes nas fiscalizações das autoridades locais, que não conseguem acompanhar o ritmo paraguaio. Por módicos R$ 3 é possível levar um maço clandestino.
Uma extensa rede criminosa pulverizou pelo menos 13 marcas fabricadas legalmente no país vizinho, mas que entram no Brasil de forma ilegal na fronteira com o Mato Grosso do Sul. Nomes como Gift, Eight, Mix 10, Pin Red, Meridian e Golf passaram a povoar as calçadas e prateleiras de estabelecimentos de Natal, Campina Grande, João Pessoa, Recife e Maceió.
No ranking perverso dos quatro estados, os fumantes do Rio Grande do Norte ocupam o segundo lugar, com 893 milhões de unidades de cigarro tragadas pelos potiguares em 2017. Foi lá que Polícia Civil achou, por acaso, em julho deste ano, uma carga clandestina avaliada em R$ 1 milhão na cidade de São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal. “Estávamos procurando uma carga de achocolatado que tinha sido roubada. Recebemos uma informação sobre esse galpão achando que essa carga estava lá, mas quando entramos flagramos os cigarros ”, recorda Luciano Chaves, delegado adjunto de Roubo de Cargas. Ninguém foi preso e o investigação foi transferida para a Polícia Federal, que não comenta o assunto.
Em terceiro lugar, a Paraíba registrou 883 milhões de cigarros paraguaios vendidos no ano passado. No estado, esse tipo de crime está na mira do delegado Getúlio Machado, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos. Machado não soube informar os números das apreensões, mas, no final de agosto, 10 mil carteiras foram apreendidas pelo Procon em oito cidades.
A última apreensão da polícia, recorda ele, ocorreu há cerca de um ano, quando um depósito caseiro, usado como ponto de distribuição, foi descoberto por sua equipe. O delegado elege a estrutura policial acanhada como álibi dos resultados pouco expressivos: “Tenho doze policiais para investigar todos os tipos de roubos de cargas que acontecem na Paraíba, incluindo (roubos) de eletrodomésticos, alimentos e remédios. Se derem mais estrutura, talvez a coisa seja diferente”.
Na rabeira da lista de volume vendido, Alagoas teve 443 milhões de unidades que foram parar nos cinzeiros em 2017. No entanto, é o estado que apresentou a maior crescimento em relação aos anos anteriores (222%).
Somente em Pernambuco, maior consumidor entre os quatro estados, cerca de 1,8 bilhão de cigarros contrabandeados foram consumidos no ano passado. Para descortinar o tamanho do problema, é como se os 144 mil quilômetros que separam a Terra do Sol fossem interligados por uma imensa fileira indiana com todos os cigarros piratas acesos no estado em 2017, quando mais da metade de todos os maços tinha DNA paraguaio.
Em vários pontos da capital pernambucana, uma carteira clandestina das marcas Gift ou Mix pode ser levada pela pechincha de R$ 2,50 no entorno do Camelódromo da Avenida Dantas Barreto, no bairro de Santo Antônio. A evasão fiscal – ou seja, o que os estados deixaram de arrecadar em impostos – chegou a R$ 204 milhões em 2017.

Presidente do IBGE diz que concurso está confirmado para 2019

10:29 0 Comments

Em reunião com a Executiva Nacional do Sindicato, na última segunda-feira (3), o presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Roberto Olinto, afirmou que um novo concurso para o órgão será autorizado em 2019. Segundo ele, serão liberadas 2.700 vagas para novos concursos do Poder Executivo federal no ano que vem, e parte dessas vagas será destinada para o IBGE.
Vale lembrar que o órgão conta com uma solicitação em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) para a abertura de 1.800 vagas, sendo 1.200 para técnico em informações geográficas e estatísticas, que exige nível médio e tem salário de R$ 3.556,85; e 600 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas, que requer nível superior e paga R$ 7.458,49.
O pedido de concurso IBGE foi protocolado no MPDG no dia 15 de dezembro de 2017. Desde então já foram registradas 23 movimentações. Atualmente, a solicitação está na Divisão de Concursos Públicos do Planejamento.
“É prioridade absoluta dessa direção o concurso e plano de carreira”, garantiu Olinto, explicando, ainda, que “sem concurso e sem carreira, a história do IBGE pode se encerrar de forma melancólica”.
O órgão possui nada menos que 1.900 servidores em situação de abono permanência e que podem se aposentar a qualquer momento, além disso, a última seleção para o cargo de técnico teve sua validade encerrada no último dia 30 de maio, tirando todas as possibilidades de o IBGE realizar novas contratações para suprir a carência de pessoal.

Concurso anterior

O último concurso do IBGE para efetivos aconteceu em 2016, quando foram abertas 600 vagas: 460 para técnico em informações geográficas e estatística e 140 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e de tecnologista em informações geográficas e estatísticas.
Organizada pela Fundação Gestúlio Vargas (FGV), a seleção registrou nada menos que 511.185 inscritos, gerando uma concorrência de mais de 850 candidatos por vaga.
Foram preenchidos postos nos Estados do Rio de Janeiro, Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.
Os candidatos a técnico foram submetidos a 60 questões, sendo dez de Conhecimentos Específicos do IBGE, 15 de Geografia, 15 de Matemática e 20 de Língua Portuguesa. Já os concorrentes a analista e tecnologista foram submetidos a 70 questões sobre Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Raciocínio Lógico Quantitativo) e Conhecimentos Específicos, exceto os da área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento (60 questões, mais prova discursiva).

Clique e visite as melhores empresas de Gravatá..


▲ Ir para Topo