---------------------------------------------------------

*******Clique na imagem e visite nossos parceiros em 2018*******

Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Vem pra cá e saia montado.

Ex-presidente Michel Temer é preso pela força-tarefa da Lava Jato

14:00 0 Comments



A força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), o ex-presidente da República, Michel Temer (MDB). O mandado de prisão foi assinado pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Ele foi detido em São Paulo e será encaminhado para a sede da Polícia Federal do Rio.

Além de Temer , o magistrado também determinou o encarceramento do ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que também já foi detido. Outros seis mandados de prisão preventiva também foram expedidos. Dois dos alvos são o coronel João Baptista Lima Filho, apontado pela PF como operador de Temer e a esposa dele, Maria Rita Fratezi.

Outros dois mandados de prisão temporária também foram expedidos. Agentes também cumprem 26 mandados de busca e apreensão nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Paraná e também no Distrito Federal.

Versão brasileira do Festival Lollapalooza tem ingressos que chegam a dois salários mínimos e se estabelece como evento de elite.

09:59 0 Comments


O Lollapalooza se prepara para sua oitava edição em solo nacional, que acontece em abril em São Paulo. Com três dias de duração e 67 atrações confirmadas, o evento já se estabeleceu no Brasil.

Mas, se antes o Lollapalooza oferecia uma oportunidade de grandes artistas se apresentarem ao lado de nomes menores que se não fosse o festival talvez não viessem para o Brasil, hoje ele tem ares de Rock in Rio e preços do Fyre Festival.

Quando teve sua primeira edição no Brasil em 2012, ele já tinha acontecido um ano antes com sucesso em outra capital da América do Sul – Santiago, no Chile. Aqui, ele aconteceu nos dias 7 e 8 de abril no Jóquei Clube de São Paulo. Na época existiam duas opções de ingresso: inteira e meia, com cada dia custando R$ 300*.

De lá para cá, algumas coisas mudaram no evento, mostrando que Perry Farrell (criador do original) estava mesmo interessado no Brasil. Depois de dois anos organizado pela Geo Eventos, o Lolla passou os cuidados para a Time For Fun, e a partir daí o festival se tornou mais grandioso – e caro.

Em 2014 o evento se muda para o Autódromo de Interlagos e dobra sua capacidade. Em 2013, no Jóquei, foram 55 mil pessoas por dia, enquanto em 2018, no Autódromo, foram 100 mil. Dobrar o número de pessoas, porém, não é nada comparado aos preços dobrados.

Em 2014, primeiro ano no Autódromo, também marcou a primeira edição que vendeu ingressos por lotes – o primeiro custando R$ 290, o segundo R$ 350. Em 2019, seis anos depois, cada dia custa R$ 800 no primeiro lote, um aumento de 176%. Para quem quer ir aos três dias, o Lolla Pass da edição deste ano já está no segundo lote, custando R$ 1800 (equivalente a quase dois salários mínimos) – um aumento de 233% em cinco anos.

O Glastonbury, um dos mais tradicionais festivais de música do mundo, custará em 2019 R$ 1262,32**, mais R$ 25 de taxa. Esse valor inclui, além das entradas para os três dias, o camping no local. O Coachella, outro grande festival que se tornou um dos queridinhos dos famosos, custará R$ 1651, 65 por três dias de evento.

A situação piora se comparada a “mãe” do Lolla brasileiro, a edição de Chicago. Em 2019, quem quiser aproveitar os quatro dias pagará U$ 340, ou seja, R$ 1309. Mas não precisa ir longe para perceber como o Lollapalooza Brasil aumentou, ao longo dos anos, seu preço além da realidade de seus frequentadores (e do País em geral).

Nos últimos seis anos, os ingressos para a edição chilena tiveram um aumento de 42,86% no valor do ingresso por dia, de 78.400 pesos para 112 mil. Em 2019, a versão chilena terá 114 atrações, 47 a mais que a brasileira, com o ingresso mais barato.

O ingresso para eventos no Brasil costuma ter uma variante que a maioria dos países (incluindo os citados acima) não tem: a meia-entrada. A soma do alto número de jovens estudantes com a facilidade de burlar o sistema de meia-entrada no Brasil faz com que esse tipo de ingresso seja o mais vendido. Logo, é possível associar esse aumento a adaptação para o alto número de busca de ingressos, o que por si só já seria agir de má fé.

Mas, em 2018 o evento criou uma nova categoria, a meia-entrada social. Em uma ação conjunta ao Criança Esperança, o Lollapalooza permitiu que qualquer um comprasse ingressos pelo valor de meia-entrada, mediante doação à organização da Globo que ajuda crianças carentes pelo Brasil.

Embora seja uma boa ação, conflita com o benefício da meia-entrada para estudantes. A UNE (União Nacional dos Estudantes), chegou a anunciar que moveria uma ação contra o festival, que acredita que “aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano anterior, (...)do valor da meia seria praticamente o custo da entrada inteira de 2017”. A UNE não respondeu à reportagem se continuou com a ação.

Mas entre 2017 e 2018 a média de aumento dos valores superou os R$ 200. Mas essas variações só aumentam com o esquema de “lotes”, que também são prática comum fora do Brasil.

Em 2017 os ingressos por dia começaram em R$ 650 e terminaram em R$ 850. Em 2018, eles começaram em R$ 800 e subiram para R$ 990 – todos esses valores dentro da característica de “entrada social” que inclui ainda uma doação de, no mínimo, R$ 30. Ou seja, de uma edição para outra, o aumento chegou a R$ 340.

O curioso é que, desde sua estreia no País, o Lolla manteve a mesma média de atrações por dia, cerca de 22. Os nomes sempre foram grandes – Foo Fighters e Arctic Monkeys tocaram na primeira edição – mas muitos nomes que passaram pelo RiR depois chegaram a São Paulo, como foi o caso do Red Hot Chilli Peppers, que veio ao Brasil duas vezes em sete meses para tocar nos dois festivais.

No Autódromo, o som é melhor, as filas são menores e os espaços são mais amplos, mas os altos e baixos no terreno fazem com que a movimentação pelos palcos seja mais longa e cansativa. Uma água custa em média R$ 6 e a praça destinada aos Food Trucks teve, em 2018, refeições que chegavam a R$ 40.

O Lolla Brasil tem tudo para ter muitos anos de vida. Encontrou uma casa espaçosa e tem uma marca internacional por trás que garante seu apelo. E ele continua bom. Tirando algumas escorregadas, o line-up é cuidadoso em apresentar novidades, misturando com artistas mais renomados e nomes nacionais.

Antigos transtornos como filas para o banheiro foram bem solucionados ao longo dos anos e a estrutura de fato melhorou. Mas ainda assim é difícil justificar os preços abusivos do Lollapalooza .

Participantes da lista de espera do ProUni devem comprovar informações

19:58 0 Comments

odos os estudantes que optaram por participar da lista devem apresentar os documentos que comprovam as informações prestadas na hora da inscrição
Candidatos a uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) que estão na lista de espera têm hoje (12) e amanhã (13) para apresentar a documentação necessária nas instituições de ensino superior nas quais pretendem estudar.
Todos os estudantes que optaram por participar da lista devem apresentar os documentos que comprovam as informações prestadas na hora da inscrição, independentemente de serem selecionados. No site do ProUni está disponível a documentação necessária. As próprias instituições de ensino vão convocar os estudantes para preencher as bolsas de estudo remanescentes.
ProUni
Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o MEC. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446. Nesta edição são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades.
O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa. Os estudantes selecionados podem pleitear Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos, e usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família

19:53 0 Comments

Com custo estimado de R$ 2,5 bilhões, esse foi um dos compromissos de campanha do presidente Jair Bolsonaro
O ministro da Cidadania, Osmar Terra, confirmou nesta terça-feira (12) o pagamento do décimo terceiro salário do Bolsa Família em dezembro. Com custo estimado de R$ 2,5 bilhões, esse foi um dos compromissos de campanha do presidente Jair Bolsonaro. “Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra.

POLÍCIA ENCONTRA 117 FUZIS NA CASA DE AMIGO DE RONNIE LESSA, ACUSADO DE MATAR MARIELLE

19:26 0 Comments


Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou nesta terça-feira, 12, que encontrou 117 fuzis incompletos, do tipo M-16, na casa de um amigo do policial militar Ronnie Lessa no Méier, na Zona Norte do Rio.
Ronnie Lessa foi acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser o autor dos disparos que mataram a vereadora Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes em 14 de março do ano passado. 
As armas, todas novas, estavam desmontadas em caixas em um guarda-roupas - só faltavam os canos.

ProUni abre inscrições para a lista de espera nesta quinta-feira

17:26 0 Comments



Aqueles que se inscreveram no programa, mas não garantiram uma bolsa de estudos nas instituições devem manifestar interesse até a sexta-feira (8)

O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre nesta quinta-feira (7) as inscrições para a lista de espera. Aqueles que se inscreveram no programa, mas ainda não garantiram uma bolsa de estudos nas instituições particulares de ensino, devem manifestar seu interesse, na página do programa,até sexta-feira (8).
A lista de espera vale apenas para os cursos escolhidos na hora da inscrição. Cada participante pôde escolher até duas opções. Podem participar da lista de espera do ProUni apenas para a primeira opção de curso os estudantes que não foram selecionados na primeira, nem na segunda chamada regular do programa. Aqueles que foram selecionados na segunda opção de curso, mas cuja turma não foi formada, podem também se inscrever apenas para a primeira opção de curso.

Para a segunda opção de curso podem se inscrever na lista de espera apenas aqueles cuja turma da primeira opção não foi formada, independente de terem sido selecionados nas chamadas regulares. A relação dos candidatos participantes da lista de espera estará disponível para consulta pelas instituições na próxima segunda-feira (11).

Todos os candidatos participantes da lista de espera terão que comparecer, nos dias 12 e 13 deste mês, às respectivas instituições de ensino nas quais estão pleiteando vaga, para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

De acordo com o Ministério da Educação , ao todo, 946.979 candidatos inscreveram-se na primeira edição do ProUni deste ano. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição estão sendo ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas , 116.813 são integrais e 127.075, parciais (50% do valor das mensalidades).

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições que aderem ao programa têm isenção de tributos.

Os estudantes selecionados no ProUni podem pleitear ainda a bolsa permanência, para ajudar a custear os estudos, e também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Gravatá Jazz Festival 2019 divulga programação completa; confira

14:24 0 Comments


Quarta edição do evento, que é gratuito, será realizada de 2 a 5 de março.

No sábado (2) terá início a quarta edição do Gravatá Jazz Festival, no Agreste de Pernambuco. O evento vai promover quatro dias de shows gratuitos com atrações locais, nacionais e internacionais no município.

A quarta edição do evento, que é gratuito, será realizada de 2 a 5 de março. Para este ano, a prefeitura espera um número de 10 mil pessoas em cada uma das noites do festival.

Artistas como Flora Purim, Airto Moreira, Victor Biglione, Blues Beatles, Terrie Odabi e Uptown Blues Band estão confirmados nesta edição. O evento também vai contar com o Jazz Kids, que oferece recreação e oficinas de música para crianças.

Confira a programação completa:

Sábado, 2 de março
19h30 Trimúrti
20h30 Dasta & The Smokin' Snakes
21h30 Folakemi

Domingo, 3 de março
20h Vintage Pepper
21h Victor Biglione - Tributo Jimi Hendrix
22h Andreas Kisser & Vasco Faé

Segunda, 4 de março
20h Mr. Trio
21h Uptown Blues Band convida Nuno Mindelis
22h Airto Moreira & Flora Purim

Terça, 5 de março
19h30 Arthur Philipe - Tributo Nat King Cole
20h30 Allycats
21h30 Blues Beatles
22h20 Terrie Odabe
▲ Ir para Topo