Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Tribunal Penal Internacional decide sobre prisão de Khadafi, do filho dele e de um colaborador.

Brasília – O  Tribunal Penal Internacional deve decidir hoje (27) sobre a emissão de autorização para prender o líder da Líbia, Muammar Khadafi, o filho Saif Al Islam Khadafi e Abdullah Al Senussi, um de seus principais colaboradores. A prisão é motivada por denúncias de crimes contra a humanidade registrados em várias cidades líbias desde fevereiro, quando começaram as manifestações e reações contra Khadafi.
A informação foi confirmada pelo promotor-chefe do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno-Ocampo, que concederá entrevista coletiva hoje. Em entrevistas anteriores, Moreno-Ocampo disse que há informações seguras que forças do regime líbio atacaram pessoas em suas casas e nas vias públicas.
No último dia 3, Moreno-Ocampo anunciou a abertura de investigação contra Khadafi e mais sete pessoas ligadas a ele. Além do líder, as investigações incluem três filhos do líder e colaboradores. Segundo o procurador, todos são acusados de crimes contra a humanidade.
Os embates entre as forças leais a Khadafi, rebeldes e manifestantes se acirraram em março, quando as tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) passaram a atuar na Líbia. A decisão foi tomada pela Organização das Nações Unidas que fixou uma área de exclusão aérea na região, alegando necessidade de proteção a civis.
Organizações não governamentais informam, porém, que alvos civis foram atacados tanto por forças de Khadafi quanto por homens da Otan. Não há prazo para a Otan deixar a Líbia e Khadafi informou que lutará até a morte e que não pretende abrir mão do poder. O presidente da Líbia comanda o país há quase 42 anos.
Fonte: Agência Brasil
▲ Ir para Topo