Pesquise aqui.

A maior velocidade!

"Não piso nos concorrentes", diz deputada eleita.


A deputada federal Ana Arraes (PSB-PE), escolhida hoje pelo plenário da Câmara para ser ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), disse que 'não pisa' nos adversários e pediu que os candidatos derrotados 'respeitem sua vitória'. A informação é do portal G1. "Ninguém me viu falando mal de ninguém. Não piso nos meus concorrentes, não desmereço nenhuma derrota e espero que meus colegas respeitem minha vitória", disse Ana Arraes, aprovada pela Câmara por 222 votos contra 149 para Aldo Rebelo, em votação secreta. A indicação segue para ser referendada pelo Senado.
Derrotado na disputa, o deputado Aldo Rebelo disse que não guarda ressentimentos e desejou 'boa sorte' a Ana Arraes. Mãe do governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, Ana Arraes rebateu as críticas de que foi eleita pelo apoio do filho. "Eu tenho papel enorme na vida de Eduardo Campos e ele na minha vida. Eu criei, coloquei ele no mundo e ele é o homem que é hoje. Maior que uma notícia de jornal é a nossa relação. Espero que respeitem", afirmou a ministra eleita durante entrevista a jornalistas após a divulgação dos resultados.
Ana Arraes afirmou que trabalhou por dois meses pela vaga, pedindo votos em Brasília, e que a vitória folgada já era prevista pelos coordenadores de sua campanha. "O que eu esperava se concretizou, todos os contatos que fizemos e disseram que iam votar, votaram. Ninguém enganou ninguém. Era dentro desta equação", disse.
Ana foi eleito por 222 votos contra 149 de Aldo Rebelo (PCdoB). Votaram 493 deputados

Confira, em vídeo, a primeira entrevista de Ana Arraes como ministra do TCU






▲ Ir para Topo