Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Funcionários da Prefeitura do Recife entram em greve a partir desta segunda-feira.

Os funcionários da Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) estão em greve a partir de hoje. Alegando que não há diálogo com a gestão, a categoria decidiu pela paralisação por tempo indeterminado em assembleia realizada no último dia 20 pelo Sindicato dos Servidores (Sindsepre). A instituição sindical elegeu novo presidente, mas a contagem dos votos ainda não havia sido concluída até o fechamento desta matéria, na sexta-feira. “Não teve nada de discussão com a Prefeitura. Quem ganhar a eleição vai comandar a greve, que está mantida de qualquer forma”, disse o então presidente do Sindsepre, Aílton Andrade. A classe, formada por 12 mil pessoas, fará uma manifestação hoje, às 8h, no pátio da PCR.

Entre as principais reivindicações dos servidores estão o reajuste salarial de 12,74%, a implantação do Plano de Cargos e Carreiras e a elevação do tíquete alimentação de R$ 10 para R$ 14. Segundo Andrade, vão aderir à paralisação os funcionários da Empresa de Urbanização do Recife (URB), da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), da Companhia de Serviços Urbanos do Recife (Csurb) e da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entre outras secretarias. Os trabalhadores também pedem o pagamento referente ao aumento do salário mínimo retroativo a fevereiro.

Em nota, a Prefeitura do Recife disse que procura sempre dialogar com os servidores, no intuito de atender, no que for possível, suas necessidades. De acordo com o texto enviado à reportagem, uma mesa municipal de negociação, em que há debates entre representantes da PCR e dos servidores, por meio do Fórum dos Servidores, é realizada a cada 15 dias. Neste ano, já houve cinco reuniões desse tipo. Além disso, há encontros sistemáticos com vários segmentos do serviço público municipal.

Ainda de acordo com a PCR, a decisão de paralisação para esta segunda-feira não foi do Fórum de Servidores Municipais, mas das categorias profissionais do Sindicato dos Professores da Rede Municipal do Recife (Simpere) e do Sindsepre. A Prefeitura afirmou que respeita a decisão e acredita no bom senso dos servidores, que comparecerão hoje aos locais de trabalho.
▲ Ir para Topo