Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts
Aqui a notícia é prioridade


AKIAGORA

CLIQUE E VISITE NOSSOS PARCEIROS


AKIAGORA

AKIAGORA



AKIAGORA

BLACK FRAUDE OU BLACK FRIDAY? Como não cair em golpes ou pegadinhas

 (Foto: CardMapr/Unsplash)
Foto: CardMapr/Unsplash
Considera-se Black Friday a última sexta do mês de novembro, mundialmente. Nesse ano, será dia 25. Se trata de um dia esperado pelos consumidores para obter descontos expressivos e fazer a compra daquele esperado produto. Embora haja data específica para acontecer, no Brasil, durante todo o mês de novembro é possível acompanhar promoções com essa chamada.
 
A ideia da Black Friday se originou nos EUA, lá a data já está incorporada ao calendário anual e ocorre na 4ª sexta-feira de novembro, após o feriado de Ação de Graças. Importante destacar, que, nessa data, os cidadãos se preparam para enfrentar filas a perder de vista, com o objetivo de obter descontos que podem chegar até 90% do preço original. E não é pegadinha!

A diferença principal entre os países é que os consumidores no Brasil precisam ficar atentos às ofertas e onde comprarão seus produtos desejados, vez que promoções e descontos online também ocorrem e as fraudes estão com tudo, em especial em momentos propícios como esse.
 
O primeiro cuidado diz respeito a pesquisa, pois é preciso pesquisar o site onde está a oferta. Se não um for uma empresa conhecida, busque no “Reclame Aqui”, veja se existem denúncias e quais são elas, o que dizem os consumidores. Denúncias sobre algum golpe, seja porque a empresa não existe, ou não entrega o produto, observe se as estão relacionadas com a falta de entrega, com qualidade do produto, dificuldade de troca etc.
 
Importante salientar que plataformas de empresas conhecidas também possuem outras vendedores cadastrados em seus sites, e estes podem aplicar golpes. São plataformas que disponibilizam espaço para que terceiros utilizem: os marketplaces. Algumas, como o Mercado Livre, já conhecida dos consumidores, encontrou concorrência de outros sites, porém o que muitos não sabem é que sites como Americanas, Amazon e Magazine Luiza, por exemplo, disponibilizam espaço para terceiros em seus sites, então fiquem atentos a quem está vendendo e entregando o produto, observem também a nota dos vendedores (sellers) e os comentários dos consumidores.

Cuidado com golpes
 
Cientes de que o e-commerce está em alta, os criminosos também direcionam seus golpes para esse ambiente, por isso é preciso redobrar os cuidados. Segundo o relatório Digital Commerce 360, as vendas em marketplaces representaram 62,5% de todas as transações que aconteceram no E-commerce em 2020. E de acordo com a Provu, fintech especializada em meios de pagamento, 60% dos consumidores pretendem utilizar o comércio eletrônico para efetuar a compra na Black.

Outra dica importante é atentar ao endereço do site, criminosos têm facilidade em “espelhar” o site famoso, espelhar significa republicar o site de forma idêntica em outro endereço eletrônico, induzindo o consumidor à erro, então, procure sempre entrar nas ofertas a partir do aplicativo que já conhece. Se for acessar do notebook ou computador, atente para o link de acesso, pontos, traços, letras a mais, pois podem indicar um site espelhado.

Publicidade enganosa
 
Outra dica é ter atenção à publicidade promovida nas redes sociais, quando recebemos ofertas e anúncios em redes sociais que ao clicar no link saímos do ambiente da rede e seguimos para outro site, nunca saberemos se o site é legítimo. Muitos desses anúncios inclusive encurtam links, camuflando o verdadeiro endereço, incluem um traço, um ponto, uma letra, dificultando a percepção da fraude para os menos atentos. Nesse caso, eles ainda podem coletar os seus dados pessoais e de crédito para utilizarem em compras reais.

Quando for escolher a forma de pagamento, a melhor opção ainda é pagar no cartão de crédito, afinal se houver um golpe, é possível reduzir o prejuízo a uma ou duas parcelas pagas. O cartão traz a segurança do estorno, também é possível denunciar uma compra não reconhecida, bloquear o cartão, então dos males, o menor. 

Contudo, quem pretende comprar em poucas parcelas, é preciso ter atenção redobrada, normalmente quando o consumidor não recebe o produto, ele reclama e o golpista fica se comunicando com o consumidor, se justificando, parecendo estar tentando resolver, mas na verdade, ele só quer ganhar tempo para usar o cartão que capturou.

Pesquisa
 
Outra dica importante é: pesquise seu produto desejado antes, pois infelizmente ainda acontece de algumas empresas aumentarem o valor do produto para depois reduzí-lo, deixando que ele fique no valor normal, não tendo na verdade nenhuma vantagem ou desconto real para o consumidor. O que é chamado de “Tudo pela metade do dobro”. Antes de comprar, compare os preços, não se impressionem com os descontos anunciados.

Confira tudo
 
Um ponto importante de atenção é a mudança de preço no momento do pagamento, no carrinho de compras, isso pode acontecer por má-fé, ou por falta de organização da empresa em não ter atualizado a plataforma.
 
E não esqueça de observar o frete. É importante cautela em relação ao valor do frete, pesquise em outras empresas antes de comprar, muitas vezes o valor exagerado do frete deixa o desconto irrisório. Também não deixe de analisar o prazo de entrega para não se frustrar. 
Muitos produtos são vendidos na modalidade de dropshipping, ou seja, não estão no estoque da loja, e serão pedidos fora do Brasil para você. Tudo bem desde que você esteja disposto a esperar.

Cuidado no pagamento
 
Se tudo estiver certo e a compra for efetuada, antes de clicar no último botão confira os dados de pagamento, compare o nome da empresa que está recebendo, em especial se a compra for na modalidade boleto. Mesmo que no boleto as informações estejam todas corretas, não deixe de conferir no momento do pagamento, muitas vezes os dados que aparecem quando se digita o número para pagamento, são totalmente divergentes dos que estão no boleto, não faça pagamentos sem a devida concentração. Se os dados não forem compatíveis, é um sinal de atenção.

Whatsapp 
 
Cuidado com compras que levam para o WhatsApp da empresa, às vezes você acaba fazendo toda a transação comercial nesse ambiente, e é muito simples de obter um número de celular em nome de um laranja e de depois descartá-lo, evite fazer transação através do WhatsApp.

Impulso
 
Por fim, não compre por impulso, pesquise sempre, tenha cautela com links de sites, compare os endereços. Se perceber uma divergência no site, pesquise no Google, observe se há mais de um link para o mesmo site. Se isso acontecer, compre pelo aplicativo, mas se você já não tiver o app no seu celular, cautela ao procurá-lo na loja, leia sempre os comentários, veja a avaliação. Infelizmente também há casos de apps falsos nas lojas de aplicativos. As palavras de ordem são: atenção, pesquisa e cautela.
Boas compras!

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários