Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts
Aqui a notícia é prioridade


AKIAGORA

CLIQUE E VISITE NOSSOS PARCEIROS


AKIAGORA

AKIAGORA



AKIAGORA

JUSTIÇA No Distrito Federal, técnico de enfermagem é condenado a prisão por estupro de paciente em UTI



Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Um técnico de enfermagem de 49 anos, acusado de estuprar uma paciente de 47 anos que estava em coma e internada na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital em março de 2020 foi condenado pela 2ª Vara Criminal de Ceilândia por estupro de vulnerável.


A pena do homem foi estabelecida pela magistrada Maria Graziela Barbosa Dantas na quarta-feira (13) e ficou definida em nove anos com quatro meses de reclusão para ser cumprida em regime fechado. Ele pode recorrer a decisão em liberdade.


Uma testemunha, que trabalhava no mesmo hospital na data do crime, disse em depoimento que os fatos ocorreram durante a madrugada e que não viu o crime ocorrer, no entanto, encontrou as roupas usadas pelo réu e que elas estavam sujas de sangue. As roupas foram encaminhadas para a delegacia.


Nos autos do processo, que foram obtidos pelo Correio, o réu se defendeu das acusações e negou ter cometido o crime afirmando que "sua cordialidade é confundida com assédio". Sergio alegou ainda que a vítima estava menstruada e por isso suas roupas estavam sujas de sangue.


Ele narrou ainda uma interação com a testemunha no quarto da vítima em que ela pediu para ele "guardar o pênis" e ele respondeu "mas que pinto?". Ele afirma ainda que não tinha rixa com a testemunha e acredita que ela "confundiu seu cinto com seu pênis".
Por: Correio Braziliense

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários