Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts

banner no cabeçalho.

--ASSESSORIA E SUPORTE PUBLICITÁRIO PARA SUA EMPRESA E COMÉRCIO--


AKIAGORA

Clique na imagem e contate-nos


AKIAGORA

CASA DO AGRICULTOR

COMBUSTÍVEIS Caminhoneiros voltam a acusar ameaça de alta no preço do diesel


Por: Michelle Portela - Correio Braziliense



Foto: ED ALVES/CB/D.A.Press

Presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, o Chorão, disse, por meio de nota à imprensa, que a aprovação do projeto de lei complementar que estabelece um teto para alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) sobre os combustíveis não deverá surtir efeito no preço dos produtos para os consumidores.

O projeto também impõe teto da alíquota aos setores de energia, telecomunicações e transportes. "O que se tem é uma diminuição temporária que, talvez, seja suficiente para reduzir o valor por dois ou três meses, no máximo, sendo que isso, ainda dependerá da frequência de aumentos promovidos pela Petrobras, que está atrelado ao mercado internacional", afirmou.


De acordo com Chorão, a categoria já trabalha com a expectativa de um novo anúncio de aumento dos preços pela Petrobras. "Sabemos que a Petrobras deve anunciar novos aumentos para a gasolina e para o diesel, respectivamente, 17% e 16%, em breve", disse.


"A verdade é que, de uma forma ou de outra, mantendo-se essa política cruel de preços da Petrobras, sem a garantia que o caminhoneiro autônomo tenha suas despesas de viagem integralmente ressarcidas, a categoria vai parar", afirmou. "Se não for por greve, será pelo fato de se pagar para trabalhar. A greve é o mais provável e não demora muito", completou.


Paridade
De acordo com dados da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), a defasagem na paridade varia, nesta terça-feira (14), entre -R,16/L e -R,39/L, a depender do porto de operação.


Para a gasolina, o preço está abaixo do praticado pelo mercado internacional entre R$ 0,55/L e R$ 0,16/L, também a depender do porto de operação.

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários