Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts

banner no cabeçalho.

--ASSESSORIA E SUPORTE PUBLICITÁRIO PARA SUA EMPRESA E COMÉRCIO--


AKIAGORA

Clique na imagem e contate-nos


AKIAGORA

CASA DO AGRICULTOR

Greve: Policiais Civis de Pernambuco rejeitam proposta de reajuste da SDS e paralisam as atividades

Na tarde desta segunda-feira (14) os Policiais Civis de Pernambuco realizaram mais uma assembleia para debater um reajuste salarial e funcional para a categoria, reivindicando também melhoria nas condições de trabalho nas delegacias e institutos de todo o estado. O Sindicato dos Policiais Civis do estado (Sinpol-PE) se reuniiu com a Secretaria de Defesa Social (SDS), quando foi apresentada a proposta de 20% de reajuste salarial para todas as categorias profissionais representadas pela entidade. Após a reunião, rejeitaram por unanimidade a proposta do Governo. Seguiram em passeata na Avenida Cruz Cabugá e decidiram pela greve geral de todas as atividades em todo o estado.
 
Em nota, a SDS afirmou que foi surpreendida com a decretação de greve e afirmou ainda que "a disposição para o diálogo será mantida, na busca de soluções que não penalizem a população e garantam a valorização profissional". O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou a cobrança de multa de R$ 300 mil por dia ao Sinpol caso de paralisação de qualquer natureza.

A categoria está em Estado de Greve desde o dia 29 de dezembro e durante este mês de janeiro realizou protestos por todo o Estado, como o Ato das Cruzes, que passou pela capital pernambucana no dia 31.12, Caruaru no dia 06.01, Petrolina (12.01) e Porto de Galinhas (19.01), denunciando o absurdo número de homicídios em Pernambuco, com mais de 3000 mil mortes em 2021 e pelos 130 Policiais Civis vítimas da Covid-19, e a incapacidade da Polícia Civil elucidar a grande maioria desses crimes, por falta de estrutura nos postos de trabalho, falta de efetivo e o pior salário do país para a base da Polícia Civil. 

DP

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários