Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts

banner no cabeçalho.

--ASSESSORIA E SUPORTE PUBLICITÁRIO PARA SUA EMPRESA E COMÉRCIO--


AKIAGORA

Clique na imagem e contate-nos


AKIAGORA

CASA DO AGRICULTOR

Gravatá: Agendamento para testagem no município é suspensa e retorno das aulas presenciais são adiadas

 

Prefeitura esclarece sobre a realização de testagem no município, a suspensão do atendimento ao público e adiamento do retorno das aulas presenciais


Devido à demanda, 700 testes diários, sem agendamento serão realizados na SUCAM e no Centro de Testagem

 

A Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde, esclarece sobre a realização da testagem no município, a suspensão do atendimento ao público e o adiamento do retorno das aulas presenciais das redes de ensino municipal, estadual e particular.  

 

De acordo com José Edson, secretário de Saúde, o número de pessoas que são testadas no município de Gravatá é alto. Uma média de 700 testes por dia é realizada, sem contar que na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a testagem é feita em pacientes que buscam atendimento. 

 

“Nós estamos com dois locais de testagem, que é a SUCAM e o Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa, que também são os dois locais que fazem a distribuição de ficha. Nós não estamos mais realizando agendamento, a pessoa agora se direciona ao local e pega a sua ficha. Estamos distribuindo 700 fichas por dia, então com isso, a gente tem um grande número de pessoas que estão sendo testadas”, disse o secretário de Saúde. 

 

Com a ampliação das testagens, isso dá condições para serem recomendadas a inserção dos Decretos 005/2022, sobre novas medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia da COVID-19, e 006/2022, que determina o adiamento do retorno das aulas presenciais das redes de ensino municipal, estadual e particular para o dia 14 de fevereiro. 

 

“Então, minha gente, procurem os locais, procurem se informar através do Decreto que está sendo feito para proteger você que está em casa, que está tomando todos os cuidados, que está usando máscaras, usando álcool em gel, lavando as mãos. Então, essas pessoas precisam ser cuidadas e é isso que está acontecendo em nosso município de Gravatá. Tivemos também o adiamento das aulas que vai começar a partir do dia 14 de fevereiro porque foi decorrendo da pandemia até porque as crianças com relação a imunização ainda não efetivou porque temos muitas crianças ainda para serem vacinadas”, justificou. 

 

Reportagem: Mathilde Souza

Fotos: Nilson Silva (SECOM)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários