Nova rodada de saques do FGTS será liberada; Veja quem será contemplado



Objetivo da medida é auxiliar trabalhadores em meio à situação de pandemia, e iminente recessão econômica. Valores estão sendo definidos pelo governo.

O Ministério da Economia revelou que o governo estuda a realização de uma nova rodada de saques de saldo do Fundo de Garantia do Tempo do Tempo de Serviço (FGTS). O objetivo da medida é auxiliar trabalhadores em meio à situação de pandemia, e iminente recessão econômica.
Segundo a equipe econômica, está sendo analisado quais valores poderão ser liberados aos trabalhadores. Estes, por sua vez, devem possuir contas no fundo.
“As contas ainda estão sendo feitas. É preciso saber quanto sobrará do atual saque-aniversário, que ainda está aberto até o dia 31 de março”, avaliou a pasta, em nota.
As regras de saque e respectivo cronograma de pagamento serão definidos por meio de medida provisória. De acordo com a Economia, a previsão é de que os anúncios sejam feitos na próxima semana.
Para o ministério, a liberação pode sair até o fim do primeiro semestre do ano.

Saque-imediato

O calendário do saque-imediato teve início em setembro de 2019 e encerra seu calendário de pagamentos no próximo dia 31 de março.
Por meio da modalidade, quem possui saldo em contas ativas e inativas, até o dia 24 de julho de 2019, tem direito ao saque de até R$ 998, por conta.
A princípio, o valor liberado era de R$ 500. Quem sacou o inicial pode ter direito ao saque de mais R$ 498.
Trabalhadores que tiverem direito ao saque e não realizarem os resgates até a próxima terça-feira, não terão mais direito ao dinheiro nesta modalidade facilitada.

Saque-aniversário

Apesar do fim da sistemática de saque-imediato, o governo liberou uma segunda modalidade que é saque-aniversário.
Por meio deste segundo modelo, o trabalhador tem direito ao resgate de valores do FGTS anualmente. A modalidade é opcional, mas quem opta pela adesão não tem direito ao saque integral em caso de demissão sem justa causa.
Para quem já aderiu ao modelo, o pagamento para os primeiros contemplados – nascidos em janeiro e fevereiro – será feito entre os meses de abril e junho. Confira o calendário:

Postar um comentário

0 Comentários