Justiça absolve Lula e Dilma em ação do “Quadrilhão do PT”


Decisão é da 12ª Vara Federal em Brasília. Juiz aponta que denúncia "traduz tentativa de criminalizar a atividade política"
Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dima Rousseff foram absolvidos sumariamente na 12ª Vara Federal de Brasília no processo em que eram acusados de integrar suposta organização criminosa que agiria em esquemas na Petrobras, no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e em outros setores da administração pública, que ficou conhecida como “Quadrilhão do PT”. A informação da absolvição de Lula foi comemorada em uma postagem no Twitter do advogado Cristiano Zanin Martins:


O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, no despacho em que absolve os petistas, afirma que a acusação “não evidencia a subsistência do vínculo associativo imprescindível à constituição do crime”. E chega a avaliar: “Na verdade, traduz tentativa de criminalizar a atividade política”.

Em outubro, a procuradora da República no Distrito Federal Marcia Brandão Zollinger havia se manifestado pela absolvição sumária de Lula e Dilma, dos ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto na ação penal do “Quadrilhão do PT”. Todos foram absolvidos 

Postar um comentário

0 Comentários

AKIAGORA