Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Depois de greve suspensa, motoristas de Suape fazem nova negociação na sede do MPT.

Hoje pela manhã, cerca de mil motoristas que transportam operários e funcionários das empresas instaladas do Complexo Industrial Portuário de Suape fizeram nova assembleia, depois que a categoria decidiu suspender a greve decretada na quarta-feira passada, paralisando as atividades de hoje, que afetaria diretamente 60 mil pessoas. Depois de uma reunião, ontem à noite, com representantes da classe patronal, dos trabalhadores e do Governo do Estado, a greve foi suspensa para nova negociação, que acontece hoje à tarde, na sede do Ministério Público do Trabalho, intermediada pelo procurador chefe do Trabalho, Fábio Farias.

De acordo com a advogada do Sindicato da Indústria da Construção Pesada (Sinicom), Margareth Rubem, representante das empresas tomadoras dos serviços de transportes, aquelas que estão nas obras do Complexo, haverá uma negociação com as prestadores para tentar resolver o problema com relação às horas extras. Houve um compromisso em negociar contratos com as prestadoras e viabilizar o pagamento das horas aos motoristas. Eles reivindicam pagamento de horas extras, estabilidade e readmissão de trabalhadores membros da comissão e a instalação de um "local de vivência" para servir de apoio aos motoristas. 


Por Tatiana Notaro, repórter de Economia
▲ Ir para Topo