Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Atenção:Sobe a 22 número de mortos na Alemanha por infecção "E. coli".

Berlim - O número de mortos na Alemanha como consequência do surto de "E. coli" subiu a 22, anunciou nesta terça-feira o Instituto Robert Koch de Berlim, que não deu detalhes sobre a identidade da última vitima fatal. O instituto precisou que 15 das 22 vítimas morreram afetadas pela síndrome hemolítica-urêmica (SUH) e sete por outras causas derivadas da grave infecção, que até o momento afetou cerca de duas mil pessoas na Alemanha e cuja origem continua sendo um mistério.

O organismo acrescentou que as mortes se concentram em estados da metade norte do país, com, entre outras, seis mortes na Baixa Saxônia, cinco em Schleswig-Holstein, quatro na Renânia do Norte-Vestfália e três em Hamburgo. A ministra de Agricultura e Defesa do Consumidor alemã, Ilse Aigner, rejeitou as críticas contra as autoridades alemãs por sua ineficiente gestão da crise e até por informações contraditórias.

"Na atual situação, trabalhamos todos juntos", afirmou Ilse em entrevista à cadeia de televisão pública alemã "ARD". Apesar dos primeiros testes realizados em uma fazenda de sementes germinadas da Baixa Saxônia terem sido negativos, o ministério competente insistiu que se mantêm as suspeitas de que essa empresa pode ser o foco principal da doença.

As autoridades sanitárias desse estado informaram ontem da ausência de "E. coli" nas primeiras 23 mostras de brotos vegetais analisados, às espera dos resultados de outras 17 análises que podem ser divulgadas nesta terça-feira. Enquanto isso, o Ministério federal de Agricultura e Defesa do Consumidor mantém o alerta e recomenda não consumir brotos vegetais crus, assim como tomates, pepinos e alfaces ou outras verduras cruas para saladas no norte do país.
Fonte: Agência EFE
▲ Ir para Topo