Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Supermercados de SP devem deixar de dar sacolas em 2012, diz Apas.

Entidade assinou protocolo de intenções com o governo do estado.
Sindicato do setor de plásticos protesta e vê risco de desemprego.

         
Os supermercados do estado de São Paulo devem deixar de oferecer sacolas plásticas à base de petróleo aos consumidores a partir de 25 de janeiro de 2012, segundo o presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), João Galassi.
A afirmação foi feita nesta segunda-feira (9), durante a assinatura de um protocolo de intenções entre a entidade e o governo do estado para a realização de estudos e adoção de ações de substituição das sacolas à base de petróleo utilizadas nos supermercados do estado de São Paulo.
Protesto Apas sacolas (Foto: Amauri Nehn/NEWS FREE/AE)
De acordo com Galassi, o protocolo não é obrigatório e prevê a substituição gradativa das sacolas de plástico pelas biodegradáveis ou retornáveis. O presidente da Apas disse ainda que deve haver a cobrança pelas novas sacolas, mas que isso ficará critério de cada supermercado.
“Esse é o processo educativo do projeto”, disse o presidente da Apas. “O custo (das sacolas de plástico) já existe, já está aí. Todo mundo paga, só que nós pagamos para poluir", avalia.
Os termos do protocolo ainda não foram divulgados mas, segundo Galassi, o objetivo do que ele considera como "um protocolo de compromisso" é que todo o setor já esteja adaptado e não ofereça mais sacolas plásticas até o dia 25 de janeiro de 2012.
g1.globo

▲ Ir para Topo