Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Professores da rede privada de ensino em Pernambuco decretam estado de greve.

Professores da Rede Privada de ensino em Pernambuco decretaram, na manhã desta sexta-feira (20), Estado Permanente de Greve. A medida foi aclamada por todos os presentes no ato após quatro rodadas de negociação com o Sindicato Patronal (Sinepe), sendo a última realizada na tarde de ontem (19).
Uma nova rodada de negociação entre professores e patrões já está marcada para a próxima quinta-feira (26), às 16h, seguida de uma nova assembleia, marcada para terça-feira (31), às 15h, onde possivelmente irá se tirar o indicativo de data para lançar edital com foco em uma deflagração da greve.
 De acordo com o coordenador político do Sinpro PE, Jackson Bezerra, a atitude é não somente uma medida legal, como serve também enquanto movimento de pressão para os patrões e de mobilização da categoria.
Reivindicações - Na última assembléia, realizada na terça-feira (10), em Recife e Caruaru, os professores aprovaram a pauta de negociações que reivindica, principalmente, o piso salarial de R$ 10 por hora de aula (atualmente é pago entre R$4,43 e R$5,82), melhores condições de trabalho, educação continuada.

Com informações da assessoria
▲ Ir para Topo