Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Justiça: Pernambuco tem mais de 45 mil títulos cancelados.

 
O Tribunal Superior Eleitoral divulgou, na última sexta feira (6), o número total de títulos eleitorais cancelados em função de três ausências consecutivas a pleitos. Foram 1.395.334 cancelamentos em todo o Brasil. Em Pernambuco foram cancelados 45.878 títulos, correspondendo à 96,12%.
O número superou a média nacional, que foi de 94,7%. Mais de 47 mil eleitores pernambucanos estavam com os documentos em situação passível de cancelamento. O dia 14 de abril foi o último para que os eleitores procurassem os cartórios eleitorais em busca de regularização. A capital do Estado aparece em primeiro lugar, com cerca de 10.325 eleitores com o título cancelado. Jaboatão dos Guararapes aparece em segundo, com 3.565 títulos. Em Olinda foram 2.319.
Se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição, são contadas duas eleições para efeito de cancelamento do título eleitoral. Além disso, podem ser contadas faltas às eleições municipais, eleições suplementares, plebiscitos e referendos. Não são computados os pleitos anulados por determinação da Justiça Eleitoral.
Providências
Para reativar o título, inclusive com o mesmo número do que foi cancelado, o eleitor deve comparecer a um cartório eleitoral, apresentar um documento de identificação, um comprovante de residência e preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE). Deverá, também, pagar eventuais multas a fim de ficar quite com a Justiça Eleitoral e obter novamente o seu direito ao voto.
blogdafolha
▲ Ir para Topo