Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts
Aqui a notícia é prioridade


AKIAGORA

CLIQUE E VISITE NOSSOS PARCEIROS


AKIAGORA

AKIAGORA



AKIAGORA

IR: Defasagem do Imposto de Renda atinge pico de 24% no governo Bolsonaro

A defasagem da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física no governo de Jair Bolsonaro (PL) atingiu um pico: em três anos e três meses, até março de 2022, a defasagem alcançou 24% — a maior desde o início do Plano Real e da mudança no cálculo da tabela, ocorrida em janeiro de 1996.


O levantamento foi realizado pelo Sindifisco Nacional e mede a defasagem por mandato presidencial considerando o IPCA, índice oficial de inflação medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A defasagem, na prática, quer dizer que com a alta da inflação, proporcionalmente os brasileiros acabam por pagar mais imposto. Além disso, o número de contribuintes isentos diminui.

Durante a campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro assegurou que realizaria a correção da tabela do IR. Nas últimas semanas, ele e o ministro da Economia, Paulo Guedes, retomaram o tema. Bolsonaro chegou a dizer em entrevista que já está em estudo na equipe econômica uma correção da tabela em "percentual bastante elevado". O governo tem a alternativa de apresentar a correção da tabela em uma medida provisória.

Caso isso não ocorra, a defasagem no mandato de Bolsonaro pode chegar a 28%. A projeção considera a estimativa de que neste ano a inflação tende a acumular uma alta de 6,86%, segundo a média estipulada por analistas até o momento. As maiores defasagens até então haviam sido registradas no primeiro e no segundo mandatos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
DP

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários