Ultimas noticias

6/recent/ticker-posts

banner no cabeçalho.

--ASSESSORIA E SUPORTE PUBLICITÁRIO PARA SUA EMPRESA E COMÉRCIO--


AKIAGORA

Clique na imagem e contate-nos


AKIAGORA

CASA DO AGRICULTOR

Eleições 2022: Vou trabalhar para que Danilo seja o governador de PE", diz Lula descartando apoio oficial à Marília

O ex-presidente Lula (PT) afirmou, nesta sexta-feira, que em Pernambuco subirá em apenas um palanque, o do deputado federal e pré-candidato ao governo do estado Danilo Cabral (PSB). A fala do petista foi feita hoje durante entrevista à Rádio Jornal. Com isso, o ex-presidente deixou claro que não apoiará, pelo menos diretamente, o palanque montado pela pré-candidata Marília Arraes (SD), que apesar de ingressar no Solidariedade, após saída do PT, disse que permanecerá apoiando a candidatura de Lula à presidência. "Oficialmente meu apoio é para o Danilo", reiterou o petista. 


Em Pernambuco, até agora, Lula conta com o apoio de dois palanques: o de Danilo Cabral, candidato ao governo do estado pelo PSB; e o da deputada Marília Arraes que mesmo após saída do PT, em março, permanece fiel ao líder petista e já deixou claro que utilizará a imagem do ex-presidente durante sua campanha. “Lula não é propriedade de um partido", chegou a afirmar a parlamentar durante o ato de filiação ao Solidariedade realizado mês passado.

Contudo, o posicionamento de Marília não foi bem aceito pelo PSB que passou a reivindicar palanque único para Lula em Pernambuco, exigindo prioridade em prol de acordos regionais e nacional firmado entre petistas e socialistas. Sendo assim, apesar de afirmar ter "lamentado profundamente" a saída de Marília do PT, Lula frisou que o seu candidato a governador em Pernambuco é Danilo. "Embora eu mantenha uma boa relação com a Marília eu, sinceramente, vou trabalhar para que Danilo seja o governador de Pernambuco, é esse meu compromisso com o PSB e o compromisso do PSB é me ajudar a me eleger presidente da República".

"(Esse é) um acordo que nos interessa porque agora o (Geraldo) Alckmin faz parte do PSB (...) o PSB ganhou uma dimensão nacional importante e pra nós essa aliança é muito importante, a nível nacional e a nível de Pernambuco", completou.

Questionado se o PT pretende impedir o uso da imagem de Lula na campanha de Marília Arraes, o ex-presidente disse que não criaria problema referente a isso. "Não vou criar nenhum problema porque em outros estados estou apoiando outro candidato e tem candidato do PSB que usará minha foto e vão trabalhar também minha candidatura", respondeu o petista também relembrando as eleições estaduais de 2006 em Pernambuco, quando apoiou as candidaturas de Humberto Costa (PT) e Eduardo Campos (PSB) ao Palácio do Campo das Princesas. "É plenamente possível (..) não vou brigar com ninguém porque (..) quanto mais voto melhor para eu ganhar as eleições".
DP

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários