Pazuello deve deixar o governo alegando problemas de saúde


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pediu para deixar o comando do Ministério da Saúde alegando problemas de saúde. Segundo interlocutores do general, ele informou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que precisa de um tempo para se reabilitar. A informação é do Jornal O Globo.

O pedido de afastamento acontece no auge da pandemia de covid-19 no Brasil. Nas últimas 24 horas, o país registrou 1.997 fatalidades e 76.178 novos casos, totalizando 277.102 vidas perdidas e 11.439.558 de infectados.

Mais cedo, neste domingo (14/3), o presidente Jair Bolsonaro saiu neste domingo de sua residência oficial, o Palácio da Alvorada, para uma "agenda privada", segundo sua assessoria. Ainda não há informações sobre o destino do presidente.

Enquanto isso, nas ruas do Distrito Federal, apoiadores do presidente se reuniram em uma manifestação para cobrar os governadores "pelo mau uso do dinheiro federal enviado para a saúde", a falta de leitos, "destruição de empregos", e "aumento abusivo" de impostos.



Postar um comentário

0 Comentários