Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Câncer veio quando Lula é mais dominante, diz Times


O jornal americano 'The New York Times' publicou uma reportagem na qual afirma que o diagnóstico do câncer acontece em um momento em que o ex-presidente é visto como dominante na política brasileira. O diagnóstico do câncer do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva repercutiu na imprensa internacional neste domingo.
'A revelação da sua condição acontece em um momento em que ele ainda é admirado aqui como o líder político contemporâneo mais dominante do Brasil', escreve o jornalista do 'New York Times' Simon Romero, do Rio de Janeiro.
'Desde que deixou a presidência, Silva, um ex-líder sindical, manteve ampla influência na política brasileira. Ele viajou muito dentro do Brasil e no exterior, fazendo discursos por cachês altos, e na semana passada ele apareceu ao lado [da presidente Dilma] Rousseff na inauguração de uma ponte na cidade amazônica de Manaus.'
O 'New York Times' diz que a notícia sobre Lula mostra um 'contraste grande' em relação à forma como o presidente venezuelano, Hugo Chávez, revelou seu câncer, em junho. Enquanto o brasileiro optou por revelar rapidamente a doença, Chávez 'surpreendeu os venezuelanos' ao anunciar que já havia sido submetido a uma cirurgia, segundo o 'New York Times'. O jornal também lembra que o venezuelano nunca revelou o tipo de câncer que teve. (BBC Brasil)
Escrito por Magno Martins
▲ Ir para Topo