Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Esta segunda-feira é o Dia Nacional contra o Tabagismo. Médicos fazem alertas




Nesta segunda-feira (29), pneumologistas de todo o Brasil fazem um alerta à população: o tabagismo é o principal causador e/ou agravante das doenças pulmonares. A data marca o Dia Nacional contra o Tabagismo e tem como objetivo reforçar entre os fumantes as informações sobre os malefícios trazidos pelo vício.

Até 2020, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) deve ser a 3ª ou 4ª causa mais comum de mortalidade na raça humana. De acordo com Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de pulmão é o mais comum de todos os tumores malignos, apresentando um aumento por ano de 2% na sua incidência mundial. Em 90% dos casos diagnosticados, a doença está associada ao consumo de derivados de tabaco.

No Brasil, o câncer de pulmão foi responsável por 14.715 óbitos em 2000. A liderança no ranking se repetiu em 2005, fazendo 15.145 vítimas fatais entre os brasileiros. Atualmente, cerca de 30% de todos os casos de câncer atingem o pulmão. Em 2008, a IARC/OMS estimou que, em todo mundo, o câncer de pulmão apresentou 1,52 milhões de casos novos.

Segundo o Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica; chefe do serviço cardiovascular da cirurgia do Procape e chefe do serviço de cirurgia torácica do Hospital Oswaldo Cruz, Dr. Mario Gesteira Costa, o diagnóstico precoce ainda é a melhor forma de ter sucesso no tratamento da doença. Um simples raio X torácico pode permitir o diagnóstico, que deverá ser complementado por uma tomografia computadorizada. O câncer de pulmão apresenta três alternativas terapêuticas: cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Com informações da assessoria
▲ Ir para Topo