Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Imagens de maus tratos a bebê de seis meses chegam ao IC.

As imagens da empregada doméstica de 29 anos, que foi filmada em cenas de maus tratos a um bebê de seis meses, foram encaminhadas ontem para o IC. O delegado da GPCA, Geraldo Silva, explicou que não cabe a prisão da suspeita, já que ela não foi presa em flagrante e, portanto, irá responder judicialmente em liberdade. “Não houve flagrante e ela será indiciada por maus tratos, que é um crime de menor potencial ofensivo. Agora, vamos esperar os laudos do IC para ver se pode existir a possibilidade de crime sexual”, explicou o delegado. A análise do IC deve avaliar se o beijo que a doméstica dá no bebê foi no ros­to ou na boca. Se ficar constatado que o beijo foi na boca, ela também pode ser indiciada por um crime de conotação sexual.
O vídeo de aproximadamente 20 minutos mostra quando a doméstica coloca o bebê de cabeça para baixo e o rodopia rapidamente. A atitude foi qua­lificada pela autora como uma brincadeira e aconteceu duas vezes em cerca de 20 minutos. A câmera foi colocada na sala da casa da família, na Iputinga, na segunda-feira. A  mãe do menino explicou que decidiu por o aparelho porque há dez dias o filho apareceu com um abscesso na cabeça e também porque alguns vizinhos relataram que quando a mãe saía o bebê chorava bastante. A suspeita afirmou que tudo não passou de uma brincadeira. Ontem, a criança foi levada ao médico para passar por um raio-x geral. “Fizemos­ todos os exames para ver se ele ficou com algum problema”, informou a mãe da criança.
*Aviso- Os personagens desta matéria não podem ser identificados em respeito ao Estatuto da Criança e do Ado­lescente (ECA) que recomenda a preservação da identidade da vítima e respectivos familiares.
Por Júlia Veras, de Grande Recife

▲ Ir para Topo