Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Médicos recolhem bitucas de cigarro para alertar população sobre os males do tabagismo.

Neste 31 de maio é o Dia Mundial sem Tabaco e, para chamar atenção para os malefícios do cigarro, médicos irão recolher bitucas na Avenida Paulista, em São Paulo, em torno do Conjunto Nacional. A ação da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT) conta ainda com um mutirão de aconselhamento e exames de capacidade respiratória.
“Esta é mais uma iniciativa fundamental para o controle do tabagismo no país. Temos obrigação de trabalhar esse aspecto como médicos, pois o tabagismo é causa importante de morte e diminuição da qualidade de vida por diversas doenças”, argumenta Jaquelina Ota, presidente da SPPT.
Das 8h às 16h, os médicos pneumologistas também prestarão esclarecimentos aos cidadãos, além de distribuir materiais informativos. No interior do Conjunto Nacional, serão feitos exames de pico de fluxo para avaliar a capacidade respiratória; teste de dependência de nicotina e dosagem de monóxido de carbono no ar expirado pelo paciente, oferecendo diversas informações sobre possíveis patologias e necessidade de tratamento.
Haverá ainda um software para calcular quanto cada fumante gasta na compra de cigarros por dia, mês, ano e ao longo da vida. Os interessados saberão o valor que lucrariam se tivessem, por exemplo, investido tal dinheiro em aplicações financeiras diversas.
Atualmente 6 milhões de pessoas morrem por ano por doenças relacionadas ao hábito. Caso medidas não sejam adotadas com urgência, em 2030 teremos 8 milhões de mortes ao ano, que poderiam ser evitadas com a cessação do tabagismo
▲ Ir para Topo