Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Médico: pneumonia de Dilma não tem relação com vacina.

 Dilma recebe vacina contra a gripe. Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República/Divulgação

Após Dilma passar por exames no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, neste domingo (que detectaram um quadro de pneumonia), o médico Roberto Kalil Kalil Filho descartou que a doença seja uma reação ao remédio. "Não há relação alguma com a vacina" que ela tomou contra a gripe na segunda-feira. No entanto, ela deverá passar por um dia de repouso, sem necessidade de retornar à clínica para novas avaliações.
Segundo o médico, a presidente apresentou um quadro de gripe comum, mas que foi piorando e por isso "foi detectado um princípio de pneumonia". "Ela teve uma gripe durante a semana e já estava prevista uma avaliação clínica periódica para a próxima sexta-feira e, com este quadro, resolvemos antecipar os exames. Durante os exames foi detectado um quadro de pneumonia". Na segunda-feira, Dilma se vacinou contra a gripe ao inaugurar a campanha nacional de vacinação.
"Ela deverá voltar amanhã (segunda-feira) a Brasília e talvez retorne às atividades com mais calma na semana, na terça-feira ou na quarta-feira. Depende muito dela", disse o médico. "Os exames estão todos bons, exceto o diagnóstico de pneumonia. Mas ela é uma pessoa saudável", afirmou, ainda.
A governante, que de acordo com sua agenda oficial, deveria passar o fim de semana em Brasília - sem participar das comemorações do Dia do Trabalho - e viajou neste domingo a São Paulo, onde se dirigiu imediatamente ao Hospital Sírio Libanês.
noticias.terra
▲ Ir para Topo