Pesquise aqui.

A maior velocidade!

Brasil incluirá outras 1,5 milhão de famílias em planos contra a pobreza.

   

O Governo brasileiro incluirá outras 1,5 milhão de famílias nos planos de distribuição de renda que já atendem a cerca de 50 milhões de pessoas de baixos recursos, segundo informaram nesta sexta-feira fontes oficiais. "Vamos fortalecer os programas de transferência de renda, pois o grande objetivo do Governo (da presidente Dilma Rousseff) é a universalização do programa Bolsa Família", disse à Agência Brasil a ministra do desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.
Esse programa, iniciado pelo Governo de Luiz Inácio Lula da Silva, mentor político e antecessor de Dilma, distribui subsídios entre 13 milhões de famílias de baixos recursos, que para ter acesso a esse apoio devem ter seus filhos na escola. Segundo Campello, as famílias que serão incluídas nesses planos vivem na pobreza extrema e não têm acesso nem a esses apoios do Governo nem aos sistemas públicos de saúde ou educação."Temos que repensar esses serviços para que cheguem a ser realmente universais", disse a ministra.
Campello explicou que as linhas-mestras destes programas serão anunciadas pela presidente Dilma durante o próximo mês de maio e serão incluídas no chamado Plano de Erradicação da Pobreza Extrema, que constitui uma das principais promessas do Governo que assumiu em passado 1º de janeiro.
folhape
▲ Ir para Topo